Objetivos significativos no aprendizado de idiomas

É comum que o objetivo de ser fluente numa língua estrangeira pareça vago e ilusório. Nem sempre é claro o que ‘fluência’ significa. Aqueles que ainda não experimentaram a sensação de atingir fluência numa língua duvidam que seja possível chegar lá, e duvidam que saberiam se a alcançassem. Frequentemente, alunos acham que não estão fazendo progresso na língua que estão estudando. Essas situações podem fazer com que o aprendizado de línguas seja frustrante.

Como lidar com frustrações

Eu lido com essas frustrações de duas maneiras. Primeiro de tudo, eu tento focar a maior parte das minhas atividades de aprendizado de língua em tarefas que eu gosto. Isso quer dizer que meu tempo é gasto ouvindo e lendo conteúdos que são do meu interesse, aprendendo sobre novas culturas e adquirindo informação e experiência. Eu sei, por experiência própria, que irei melhorar minhas habilidades na língua se eu continuar a ouvir, ler e explorar com entusiasmo coisas que são do meu interesse.

1

Entretanto, existem situações em que isso não é o suficiente. Isso acontece quando o material fácil na língua passa a ser entediante e, o material interessante e autêntico, é difícil. Existem muitas palavras desconhecidas, o significado é um pouco vago ou confuso, e eu tenho problemas para entender quando eu escuto. Eu preciso me forçar a perseverar.

Eu estou nesta situação aprendendo coreano. O que deveria ser conteúdo legal e interessante, podcasts que eu encontrei e foram transcritos para a nossa biblioteca no LingQ, como o podcast de literatura de Kim Yougha, ainda são complicados e desafiadores para mim. O conteúdo intermediário na nossa biblioteca do LingQ é mais acessível, mas é menos interessante. O resultado é que eu começo e paro no meu aprendizado de coreano, e ainda não alcancei meu objetivo de ser fluente.

É nesse ponto que eu acredito que os objetivos de curto prazo podem ser importantes para me manter focado na tarefa. Vejamos alguns exemplos de atividades de outras áreas.

Alcançando objetivos enquanto se exercita o corpo e a mente

Eu gosto de fazer exercícios. Quando eu levanto pesos ou faço flexões, eu faço um número específico. Eu faço 20 flexões, ou três séries de 10 repetições de um determinado exercício. Eu faço isso um número específico de vezes por semana. Eu não fazer um número indefinido de exercícios sempre que quero. Se eu estou nadando no mar e quer o um bom exercício, vou buscar uma boia ou algo do tipo e que esteja longe, e depois nado de volta, uma ou várias vezes. Eu sei que estes exercícios irão contribuir para manter ou melhorar a minha condição física.

Eu não penso sobre o quanto mais em forma eu estou ficando. Eu não estou realmente pensando sobre o meu objetivo a longo prazo, que é, de fato, bastante vago. Eu apenas me concentro nas tarefas imediatas. Eu sei que fazer estes exercícios, atingindo metas mensuráveis e imediatas, terá o efeito desejado de manter-me em forma a longo prazo.

2

O mesmo se aplica no aprendizado de idiomas. Quando nos deparamos com o sentido vago de que não sabemos o quão proficiente podemos nos tornar num idioma ou o quanto estamos melhorando, ter objetivos mensuráveis e de curto prazo se tornam importantes. É mais fácil realizar tarefas específicas ao invés de apenas ‘estudar a língua’.

Um empurrãozinho à fluência em coreano

Eu estou determinado a melhorar meu coreano, uma língua que eu comecei e parei de estudar por várias vezes. Eu fiz um desafio de coreano de 90 dias há um tempo. Você pode ver aqui os vídeos que eu postei no YouTube durante o desafio.

Eu tive um progresso considerável, mas eu ainda não estou no estágio em que eu confortavelmente consigo entender o tipo de material que eu quero ler e ouvir, o tipo de material que realmente permitiria me conectar com a cultura coreana e com as pessoas da Coréia.

Isso vai mudar. Começando em setembro, eu irei embarcar em um novo desafio de coreano de 90 dias que, no final eu quero estar confortavelmente fluente. Para fazer isso, eu terei que aumentar significativamente meu vocabulário e minha familiaridade com a língua, assim como minha habilidade de compreender nativos falando em coreano sobre uma variedade de assuntos.

3

Este é um objetivo ambicioso e, de certa forma, vago. Para garantir que irei atingi-lo, eu vou estabelecer metas bem específicas durante os 90 dias, usando as estatísticas que são mantidas pelo LingQ. Irei ler 450.000 palavras em coreano, ou 5.000 palavras a cada dia. Eu irei ouvir pelo menos 135 horas de coreano, ou 90 minutos por dia, seja no meu carro, me exercitando, lavando a louça ou enquanto estiver lendo no meu iPad. Estarei ouvindo praticamente o mesmo conteúdo enquanto eu leio, em outras palavras, os podcasts com transcrições que temos na biblioteca do LingQ. A partir destas lições, irei salvar 18.000 palavras e frases ao meu banco de dados pessoal. Em outras palavras, criar 200 LingQs a cada dia. O número das minhas ‘palavras conhecidas’ em coreano deve dobrar, de 30.000 para 60.000, adicionando, em média, 300 palavras às palavras que eu conheço pelo menos passivamente. No LingQ, ‘conhecer a palavra’ quer dizer que você entende seu significado em um dado contexto. Eu sei, por experiência própria, que eu aprendo a maior parte do vocabulário por acaso. Isso quer dizer que eu não as estudo deliberadamente. Esses são indicadores mensuráveis da minha atividade que são automaticamente gravados no LingQ. Vamos ver o que vai acontecer.

Expressando-me

4

Eu também irei me comprometer a falar e escrever em coreano, mas eu provavelmente não começarei a falar nem escrever antes do terceiro mês. Eu quero alcançar um nível mais alto de compreensão e vocabulário e uma sensação de confiança maior antes de começar a falar e escrever. Mas, uma vez que eu comece a falar com falantes nativos, e escrever, eu quero estabelecer objetivos claros de quanto tempo irei gastar nestas atividades.

5

As estatísticas do LingQ realmente não são uma medida de progresso na língua, mas uma medida do nível de atividade. Eu terei tarefas específicas para completar e atividades para manter. Estou confiante que se eu me mantiver firme e cumprir minhas atividades de curto prazo, o progresso da língua irá acontecer naturalmente. Eu sei que estar ativo no aprendizado de uma língua, passar tempo com a língua, é garantia de resultados. Eu espero que perseguir estas tarefas claramente definidas irá garantir que eu não irei desistir dos meus objetivos maiores no aprendizado de línguas.

Somente o tempo irá dizer quanto sucesso eu terei. Eu planejo começar essas atividades no dia 1 de Setembro. Isso significa que agora eu posso passar o resto do meu glorioso verão brincando com outros idiomas, enquanto mantenho minha rotina de exercícios e de natação no oceano. Mas, assim que setembro chegar irei trabalhar duro e me comprometerei a fazer um grande avanço no idioma coreano.

Leave a Reply

Your email address will not be published.